sábado, 17 de setembro de 2011

Excêntrico?

Dentre os artistas mais polêmicos do século XX, Salvador Dalí é reconhecido pela sua excentricidade e seus trabalhos cheios de simbolismos, chegando a mexer com o subconsciente de quem aprecia.  

  Salvador Dalí

       Na adolescência, Salvador Dalí já frequentava a academia de Artes de Madrid junto a outras personalidades como o poeta Federico Garcia Lorca e o roteirista Luis Buñuel. Há boatos de que Dalí se relacionou amorosamente com Federico Garcia Lorca, inclusive é tema de um filme chamado “Little Ashes” (pequenas cinzas).  

Federico Garcia Lorca e Salvador Dalí

       No início de sua carreira como artista, Dalí mostra interesse pelo Cubismo, mas após ter mudado para Paris começa a frequentar o movimento dos Surrealistas. Salvador não só produziu fantásticas obras-primas, mas também contribuiu com o cinema. Luis Buñuel, Diretor e amigo de Salvador, convida-o para ajudá-lo em um roteiro e o resultado dessa parceria são dois curtas bem conhecidos como “Un Chien Andalou” (um cão andaluz) e “L’age d’Or” (A idade do ouro) que são ícones do cinema surrealista.


  O filme "Un chien andalou" é ícone do cinema surrealista.
Possuí até hoje uma grande repercussão devido a uma das cenas.


Ao decorrer de sua vida, Dalí teve várias inspirações. Sua admiração por Velásquez é nitidamente reconhecível, O seu bigode é visto por muitos como uma alusão a Diego. Gala, Cônjuge de Salvador, está presente em muitos de seus trabalhos. Dalí se inspirou também em Pablo Picasso o qual o conheceu pessoalmente.    
"A Pérola"
Alusão feita por Dalí representando a "infanta Margarida" 
do quadro mais famoso de Velázquez, "As Meninas".

 Salvador Dalí colaborou muito com o ramo das artes. Durante sua vida produziu mais de mil e quinhentos quadros, os mais conhecidos são:  “A Persistência da Memória”, “O Enigma do Desejo”, “Canibalismo Outonal” e muitos outros.



video


Nenhum comentário:

Postar um comentário